Jaguari

Cidade das Belezas Naturais

A região, hoje chamada de Jaguari, teve como primeiros habitantes os índios guaranis, até o início do século XVII.Na época em que estabeleceram-se as reduções jesuíticas no Estado do Rio Grande do Sul, o Alto Jaguari também foi beneficiado. No ano de 1632, os padres jesuítas, reuniram na localidade 1200 famílias em apenas 90 dias. Mais tarde, desapareceram por vários motivos entre eles a onça ou o jaguar e aí explica-se o nome da cidade do Guarani “Jaguar-hy”: rio do jaguar.

Hoje Jaguari é uma cidade centenária colonizada por imigrantes italianos  que chegaram na região por volta de 1888. Está localizada ao centro do Caminho das Origens e entre os morros e o Vale do Rio Jaguari. Cidade simpática e com belos exemplos da arquitetura deste período colonial que chama a atenção logo no primeiro olhar pelas ruas. É sem dúvidas um encanto da natureza, conhecida popularmente como “Cidade das Belezas Naturais”, por seu relevo bastante acidentado que dá origem à belas paisagens de matas e morros. A cidade é cortada pelo Rio Jaguari, dividindo a região central do Bairro Riveira e interligadas pela centenária ponte Júlio de Castilhos, Presidente do Estado que visitou Jaguari no ano de 1897. A cidade tem uma forte identidade herdada da colonização italiana, com gastronomia e destaque para a industrialização do vinho através das vinícolas existentes no Município.

Manhã

Passeie no centro de Jaguari para admirar sua simpática arquitetura e a cidade que formou-se ao pé da Serra, às margens do Rio Jaguari. A Igreja Matriz é visita obrigatória e de lá você pode fazer uma caminhada breve no Balneário Schilling. Siga para o Obelisco, monumento que foi erguido em comemoração a independência do Brasil. Uma caminhada espetacular até o topo do Cerro do Obelisco revelará vista maravilhosa.

Tarde

Inicie o passeio visitando o Cerro Chapadão, comunidade ao norte da cidade onde está localizada a Capela de Nossa Senhora do Monte Bérico e mais dois belos mirantes para você admirar as belezas do Vale do Jaguari. Em um deles você terá vista para o lado de Nova Esperança do Sul e outro para a cidade e para o vale. O final de tarde convida para você conhecer uma agroindústria e provar de produtos coloniais e é claro um bom vinho italiano.